Curso forma trabalhadoras domésticas como promotoras populares

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Estão abertas até o dia 25 de março as inscrições para o curso “Corpo e Identidade, Direito e Igualdade no Trabalho Doméstico – Formação de trabalhadoras domésticas para o enfretamento ao sexismo e ao racismo”. O curso é gratuito e vai capacitar 90 trabalhadoras domésticas de Pernambuco e Paraíba como promotoras legais populares. A atividade será realizada em Recife (Pernambuco), João Pessoa e Campina Grande (Paraíba).
Em cada cidade a formação vai oferecer 30 vagas. Para participar as trabalhadoras deverão preencher uma ficha de inscrição disponível no Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Recife, no Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos da Grande João Pessoa e na Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande. “Os critérios para participação é ser trabalhadora doméstica, ter interesse e disponibilidade para frequentar as reuniões”, explica a coordenadora do curso Claudilene Silva, integrante do Observatório Negro.
Dados da PNAD 2009 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que o Brasil possui cerca de 8,4 milhões de trabalhadoras domésticas. Cerca de 70% deste total não possui carteira assinada. Segundo Claudilene Silva, em Recife é grande a procura por cursos de formação. “As trabalhadoras estão muito interessadas em participar tanto pelos temas que serão abordados quanto pela oportunidade de encontrar e conhecer outras trabalhadoras”, diz Claudilene Silva.
Segundo a presidenta da Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande, Maria Helena dos Santos, na cidade a associação está vencendo os desafios para convidar as trabalhadoras domésticas para o curso. “Temos uma lista com os contatos das associadas. Vamos às escolas e convidamos as trabalhadoras”. Para Maria Helena a oportunidade vai elevar a auto-estima das trabalhadoras. “Muitas estão desempregadas, e ter mais conhecimento vai dar ânimo para que elas busquem emprego e seus direitos”, avalia Maria Helena dos Santos.
A formação terá início no dia 27 de março, com duração prevista de seis meses. Para facilitar a participação das trabalhadoras, os encontros serão realizados sempre aos domingos. O curso vai propor uma reflexão sobre as consequências do racismo e do sexismo para a auto-estima e a organização políticas das trabalhadoras domésticas. O conteúdo compreende discussões sobre o valor social do trabalho doméstico, direitos humanos e trabalhistas, seguridade social, entre outros temas.
A presidenta do Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos da Grande João Pessoa, Glória Rejane da Silva Santos, avalia que a formação vai ajudar as trabalhadoras e também a diretoria do sindicato a conhecer mais sobre os seus direitos e aplicá-los no dia a dia.
O curso “Corpo e Identidade, Direito e Igualdade no Trabalho Doméstico” é uma iniciativa do Observatório Negro, organização do movimento negro de Pernambuco, financiada pela ONU Mulheres Brasil e Cone Sul e desenvolvida em parceria com os sindicatos das trabalhadoras domésticas de Pernambuco e da Paraíba.
A ação faz parte da agenda de trabalho conjunta entre a ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, a OIT (Organização Internacional do Trabalho), a SEPPIR (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e a SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres). “O curso é o exemplo prático de uma ação que contribuiu para nosso objetivo mais amplo que é o empoderamento econômico das mulheres. E também para valorização profissional das trabalhadoras domésticas e enfrentamento da feminização da pobreza”, avalia a coordenadora da Área de Direitos Econômicos da ONU Mulheres, Ana Carolina Querino.
Serviço:
Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande
Endereço: Rua Supino Colaço, 23. Bairro São José – Campina Grande/PB.
Mais informações: (83) 8875.6863 ou 9153.6683 (Maria Helena)
Horário de funcionamento: todos os dias, das 14h às 17h.
Sindicados das Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos da Grande João Pessoa
Endereço: Rua Cruz Cordeiro, número 75 – Varadouro – Centro – João Pessoa/PB
Mais informações: (83) 8878.9489 (Rejane Santos)
Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 12h e das 14h às 16h.
Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Recife
Endereço: Rua da Concórdia, 977. Bairro São José. Recife – PE
Mais informações: (81) 3224.8529 (Luiza Pereira)
Horário de funcionamento: As inscrições serão realizadas somente às quintas-feiras, das 8h às 13h.
Assessoria de Comunicação
ONU Mulheres Brasil e Cone Sul
Isabel Clavelin – 61 3038.9287 / 8175.6315
isabel.clavelin@unwomen.orgEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Mara Silva – 61 3038.9149
mara.silva@unwomen.orgEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Fonte: ONU Mulheres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *