MPPE vai atuar no combate aos cambistas em estádios de futebol

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

MPPE

No ultimo dia 17 de junho a Comissão Nacional de Prevenção e Combate a Violência nos Estádios se reuniu como o intuito de debater a ação dos cambistas em estádios de futebol de todo Brasil. Segundo ao Promotor de Justiça Paulo Augusto Freitas de Oliveira. Se depender do Ministério Público Brasileiro, a atuação dos cambistas nos estádios está com os dias contados. O anuncio do Promotor foi feito ao final da segunda reunião ordinária deste ano, realizada na sede do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Para combater os cambistas foi instalada uma Comissão integrada por dezenove promotores de Justiça de catorze estados da União, que traçaram uma estratégia de ação que serão colocadas em prática no próximo mês, com apoio das secretarias de Defesa Social de cada estado. Um dos pontos de ação colocados em destaque é criar em cada estado um serviço de inteligência para investigar a prática do crime de cambismo e identificar seus responsáveis.

Outra determinação tomada pela Comissão, diz respeito ao cadastramento das torcidas organizadas em todo o País. De acordo com Paulo Augusto, o MPPE estará firmando um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com as torcidas Jovem e Gangue da Ilha do Sport, Inferno Coral do Santa Cruz e Fanáutico do Náutico, com apoio do Ministério do Esporte para efetivar o cadastramento de seus integrantes. “Os principais estádios de Pernambuco vão instalar catracas eletrônicas com leitura biométrica para acesso exclusivo desses torcedores, que terão um espaço reservado nos estádios só para eles”, antecipou o Promotor. No próximo mês, o Ministério do Esporte dará início ao processo de licitação para aquisição de equipamentos de segurança para os principais estádios brasileiros, entre eles os três do Recife estão os campos da Ilha do Retiro, Aflitos e Arruda.

Ainda de acordo com o Promotor Paulo Augusto, outro ponto debatido durante a reunião diz respeito à análise dos Laudos de Vistoria de Engenharia (LVE) dos estádios de futebol. Ao final do encontro, ficou acertado que o Ministério Público de cada estado vai designar um promotor de Justiça da área do consumidor para receber oficialmente os laudos encaminhados pelas Federações de Futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *