TRT-RN abre concurso público 2017

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O TRT-RN ,Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, publicou edital de abertura do concurso público.Estão sendo oferecidas 3 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reservas para os cargos de analista e técnico judiciários, funções que exigem níveis superior e médio, respectivamente. As oportunidades são para analista judiciário – área judiciária (2 + CR) e para técnico judiciário – área administrativa (1 + CR). Para concorrer a vaga de nível superior, o candidato deverá ter formação em Direito. As remunerações são de R$10.461,90 (analista) e de R$6.376,41 (técnico).

Inscrições

As inscrições para o concurso do TRT-RN estarão abertas, no site da organizadora, a partir das 10h do dia 25 de setembro e ficarão disponíveis até o dia 11 de outubro, às 14h. A taxa é de R$120 para analista e de R$80 para técnico.

Isenção

Não serão aceitos pedidos de isenção do pagamento do valor da inscrição, com exceção ao cidadão que, amparado pelo Decreto Federal nº 6.593, de 2 de outubro de 2008, estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) e que for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007.

Tipos de isenção

A comprovação no Cadastro Único será feita pelo Número de Identificação Social – NIS, do próprio candidato, além dos dados solicitados no Requerimento de Isenção via internet. A veracidade das informações prestadas pelo candidato, no Requerimento de Isenção, será averiguada junto ao órgão gestor do Cadastro Único. O requerimento de isenção do pagamento de que trata o item anterior somente será realizado via internet, no período das 10 horas do dia 18/09/2017 às 23 horas 59 minutos do dia 22/09/2017 (horário de Brasília).As informações prestadas no requerimento de isenção serão de inteira responsabilidade do candidato, que responderá civil e criminalmente pelo seu teor. Não será concedida isenção de pagamento do valor de inscrição ao candidato que:
a) deixar de efetuar o requerimento de inscrição pela internet;
b) omitir informações ou prestá-las de forma inverídica. Declaração falsa sujeitará o candidato às sanções previstas em lei, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto Federal nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. A qualquer tempo poderão ser realizadas diligências relativas à situação declarada pelo candidato, deferindo-se ou não seu pedido. A partir do dia 28/09/2017 o candidato deverá verificar, no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas www.concursosfcc.com.br, os resultados da análise dos requerimentos de isenção do pagamento do valor da inscrição.

Provas objetivas

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva/redação, esta última somente para o cargo de analista, previstas para serem aplicadas no dia 10 de dezembro em Natal/RN.

Edital concurso TRT-RN 2017

Secretaria de Desenvolvimento Social fará seleção 2017

Educação abre seleção simplificada com 75 vagas

 

SEFAZ-PE abre seleção com 16 vagas temporárias.

Legislação Básica para concursos

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *