Veja o que abre e o que fecha em Paulista no feriado de 06 de março.

Tempo de leitura: 4 minutos

Paulista: Prefeitura , Câmara e agencias bancárias não funcionarão no feriado.

Feriado transferido em Paulista
Feriado em Paulista

Acompanhando o feriado referente à Data Magna de Pernambuco, nesta terça-feira (06.03), as repartições públicas vinculadas à Prefeitura do Paulista não funcionarão.
Os serviços considerados essenciais à população estão mantidos, a exemplo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a coleta de lixo. O atendimento ao público retorna normalmente na quarta-feira (07.03), a partir das 07h30.

Aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), através da lei estadual nº 16.059/2017, o feriado da Data Magna entrou em vigor esse ano. A data faz alusão ao dia da Revolução Pernambucana de 1817, apontada como o primeiro movimento pela independência do Brasil, que alcançou o bicentenário em 2017.

 

Legislativo municipal

O legislativo municipal não funcionará no feriado.

Demais órgãos e iniciativa privada

O poder judiciário e o MPPE funcionarão em regime de plantão durante o feriado.O bicentenário da Revolução Pernambucana de 1817 foi marcado de forma especial em 2017, ano em que o projeto de lei n° 16059 foi aprovado na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Considerado como o primeiro movimento pela independência do Brasil, o dia 6 de março é, a partir deste ano, data magna do Estado e os pernambucanos precisam ficar atentos com o que abre e fecha na próxima terça-feira.O Shopping North Way funcionará das 12 às 21h lojas, praça de alimentação , cinemas e lazer conforme programação, as loja do centro operarão de forma facultativa. Já as agencias bancárias estarão fechadas.

Legislação

Feriados são datas previstas em lei, em âmbito nacional, estadual ou municipal. Para estas datas, a legislação prevê “afastamento” do contrato trabalhista, não havendo jornada de trabalho para a maioria das atividades.

Institui o dia 6 de março como Data Magna e feriado civil no âmbito do Estado de Pernambuco e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO:

Faço saber que, a Assembleia Legislativa aprovou, o Governador do Estado, nos termos do § 3º do art. 23 da Constituição Estadual, sancionou, e eu, Presidente do Poder Legislativo, nos termos do § 8º do mesmo artigo, promulgo a seguinte Lei:

Art. 1º Fica instituído o dia 6 de março como Data Magna e feriado civil no âmbito do Estado de Pernambuco, em conformidade ao disposto no inciso II do art. 1º da Lei Federal nº 9.093, de 12 de setembro de 1995.

Parágrafo único. A Data Magna do Estado de Pernambuco refere-se ao dia de eclosão da Revolução Pernambucana de 1817.

Art. 2º Para registrar a data da eclosão da Revolução Pernambucana de 1817 serão adotadas as seguintes providências:

I – A Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco instituirá no seu calendário a realização de Reunião Solene, na Reunião Plenária imediatamente subsequente ao dia 6 de março de cada ano, para entrega da Medalha do Mérito Democrático e Popular Frei Caneca, de acordo com a Resolução nº 855, de 28 de fevereiro de 2008; e,

II – As escolas farão constar no calendário letivo o registro da Data Magna e promoverão o estudo dos fatos históricos relativos à Revolução Pernambucana de 1817, cabendo-lhes escolher formas pedagógicas de comemorações, incluindo a realização de desfile cívico.

Art. 3º As comemorações cívicas, sob responsabilidade do Poder Público, deverão ocorrer no dia 6 de março e incluirão:

I – o hasteamento solene da bandeira do Estado de Pernambuco no Palácio do Governo; e,

II – a colocação de coroa de flores no monumento aos Revolucionários localizado na Praça da República.

Art. 4º As comemorações à magnitude da data, de que trata esta Lei, serão realizadas, conforme dispuserem as orientações institucionais públicas e privadas, e, em especial, mediante:

I – a realização de seminários, palestras, concursos públicos ou privados de natureza cultural, reverências históricas e culturais condizentes nos calendários comemorativos, entre outros eventos que a realcem; e,

II – a instituição da Semana da História de Pernambuco, com participação estudantil e popular nos eventos programados.

Art. 5º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 6º Ficam revogadas as Leis nºs 13.386, de 24 de dezembro de 2007 e 13.835, de 2 de julho de 2009.

Palácio Joaquim Nabuco, Recife, 8 de junho do ano de 2017, 201º da Revolução Republicana Constitucionalista e 195º da Independência do Brasil.

GUILHERME UCHÔA

Presidente

O PROJETO QUE ORIGINOU ESTA LEI É DE AUTORIA DO DEPUTADO ISALTINO NASCIMENTO – PSB E DA DEPUTADA TEREZINHA NUNES – PSDB.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *