Trinta e cinco tecelões são demitidos

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Trinta e cinco tecelões são demitidos

Rodrigo Lins

 

Sob a alegação de reduzir custos para adequação de produção e estoque, a unidade de Paulista da Tavex Brasil, empresa multinacional espanhola, demitiu, ontem, 35 funcionários que, em sua maioria, são tecelões. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem de Paulista e Igarassu, não foi possível chegar a um acordo entre as partes após três reuniões. Recentemente, a empresa já havia demitido outros dez funcionários.

“Estamos disposto a dialogar. Eles queriam a redução da jornada de trabalho e também uma redução salarial. Fizeram um calendário com 27 sábados paralisados, até dezembro, devido ao grande estoque e à necessidade de diminuir a produção. Fizemos uma contraproposta, aceitando a diminuição da carga horária, mas não aceitamos a redução salarial”, disse o presidente do sindicato, Edison Marculino. Segundo ele, o sindicato se propôs a buscar outra maneira de compensação, como tentar diminuir os encargos trabalhistas junto aos governos Federal e Estadual.

Marculino explicou ainda que o sindicato irá se mobilizar, juntamente com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), para reagir. Em 2008, a mesma empresa teria demitido mais de 40 funcionários. Até o fechamento desta edição, a reportagem não obteve contato com representantes da unidade local da Tavex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *