Cabo de Santo Agostinho

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Conselho Municipal do Orçamento Participativo toma posse

Momento ímpar e histórico no município do Cabo de Santo Agostinho. Assim é considerada a implantação gradativa e com sucesso do programa Orçamento Participativo (OP) pela a administração da cidade, que realizou na última sexta-feira (07/08) a posse do Conselho Municipal do OP (COP). O órgão tem como finalidade proporcionar a participação da sociedade, através dos conselheiros e delegados, no acompanhamento e fiscalização das obras prioritárias em todo o município.

Realizada no Caic (Centro do Cabo), a solenidade fez lotar a quadra do colégio com a presença do prefeito Lula Cabral, de secretários municipais, conselheiros, delegados, famílias e lideranças comunitárias. O prefeito parabenizou os conselheiros e os lembrou da responsabilidade que agora eles têm em mãos para decidir e constuir o município juntamente com a atual gestão. “Estamos decidindo a aplicação do orçamento do município para 2010, mas já digo que vamos antecipar obras para este ano”, declarou.

O secretário de Governo, Josadac Miguel, também enfatizou o trabalho e a grande responsabilidade. “A confiança e a competência são grandes, de todas as partes, e eu desejo que haja uma boa participação em conjunto com a gestão municipal”, comentou. Para o secretário do Orçamento Participativo, Luiz Pereira, OP é movimento símbolo da democracia e participação popular, como expressão legítima da cidadania. “A nova história será escrita pelas mãos da sociedade, na construção de um novo tempo e de uma vida melhor”, completou.

“O OP vai promover ainda mais o crescimento do município. E para que o Cabo cresça a cada dia é importante que os delegados façam jus e cumpram o papel para o qual foram eleitos pelo povo”, declarou um dos novos conselheiros, Jadiel Gomes dos Santos. No total, 20 conselheiros titulares e 20 suplentes foram empossados. Também farão parte do COP seis representantes do Governo Municipal, com direito a voz, apenas, sem voto, indicados pelo prefeito, que também indicará um ou dois representantes para compor a Secretária Executiva, responsável por auxiliar em procedimentos do órgão.

O calendário dos conselheiros inicia com a primeira reunião do Conselho, que será realizada no prazo aproximado de um mês após a posse, assim que a primeira reunião de cada Fórum Regional de Delegados tiver ocorrido. Na ocasião, será discutido e votado o regimento interno e será dado início ao processo de escolha das prioridades. Serão observados vários critérios para que as ações sejam divididas em blocos e definidas quantas, quais e por onde vão começar.

Texto: Aline Vieira Costa – Estagiária da Secom

1 comentário


  1. preciso muito dessa vaga pos nao tenho um emprego e minha familia e pobre pois busco emgressar no mercado e me tornar um proficional um dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *