Região Metropolitana do Recife receberá recurso do PAC mobilidade

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Investimento em Pernambuco chega a R$ 1,4 bilhão

Pernambuco contará com R$ 426 milhões para as obras do PAC Mobilidade o recurso foi garantido pelo Governo do Estado, junto ao Governo Federal em reunião nesta segunda-feira (05) do governador Eduardo Campos com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, em Brasília. Outros R$ 688 milhões serão financiados pelo Governo Federal e mais R$ 299 milhões serão investidos em recursos próprios do Estado para viabilizar as obras do PAC Mobilidade em Pernambuco. O programa vai destinar R$ 18 bilhões para as 24 maiores cidades brasileiras investirem em projetos de transporte público visando a Copa do Mundo de 2014.

As prioridades do Estado de Pernambuco são os projetos das Perimetrais II e IV. A II Perimetral prevê a duplicação de uma faixa exclusiva de ônibus de Beberibe até a PE-15, da PE-15 até a PE-001 e a construção da faixa exclusiva de ônibus, num valor de R$ 265.764.054,49. Já a IV Perimetral – BR-101, será a Implantação do Corredor Exclusivo de BRT, além de um trecho urbano da BR-101 – de Abreu e Lima à Cajueiro Seco – e de Cajueiro à avenida Bernardo Vieira de Melo – Binário de Cajueiro Seco orçados em investidos R$ 328.077.612,03.

As obras para o Corredor Leste-Oeste, do Corredor da avenida Norte e do Corredor Norte-Sul são consideradas como a segunda prioridade. O Corredor Leste-Oeste será responsável pelo transporte dos passageiros na Praça do Derby até o Terminal Integrado de Camaragibe, com extensão de 12,3 Km. Serão construídos o Elevado da Benfica, o túnel Real da Torre, o Elevado da III Perimetral, o Elevado do Bom Pastor, o Viaduto da UPA, PE-05 (Binário Camaragibe/avenida Belmino Correia) e cinco estações. Tudo, orçado em R$ 144.181.599,30.

O Corredor Norte-Sul será de BRT no trecho que vai do Terminal Integrado de Igarassu até a Estação Central do Metrô. Para isso, R$ 165.507.606,45 servirão para a construção de Viadutos da PE-15: nos Bultrins e em Ouro Preto. Viadutos ainda na Agamenon: Clube Português e Hospital da Restauração, além do alargamento do Viaduto João de barros, o Terminal Integral de Abreu e Lima, o acesso viário do Terminal Integrado Joana Bezerra e 35 Estações.

A terceira e última prioridade é o Programa de Navegabilidade dos Rios Capibaribe e Beberibe orçado em R$ 398 milhões. A idéia é aproveitar a calha dos rios para a implantação de um sistema integrado de transporte de passageiros, que utilize embarcações adequadas ao transporte de massa. Um estudo orientado será feito para a localização de estações de embarque e desembarque de passageiros, para o transbordo e a integração com o sistema de transporte urbano existente. As Rotas previstas são o corredor Fluvial Oeste – BR 101/ Centro, o Corredor Fluvial Norte – Centro/ Olinda e o Corredor Fluvial Sul – Centro/ Boa Viagem.

Esses recursos garantirão a continuidade da empregabilidade e geração de renda em Pernambuco como também o aumento da arrecadação de tributos próprios dos municípios beneficiados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *